quinta-feira, 13 de setembro de 2018

RPG ajuda a diminuir dores nas costas


>







A dor nas costas está entre as queixas físicas mais comuns hoje em dia. Ela pode ser leve ou extrema, rápida o constante. Estima-se que entre 60% e 80% da população mundial acima de 30 anos sofra desse mal. Cervicalgia (dor cervical) e Lombalgia (dor lombar) são as principais queixas.
A tecnologia é um dos principais vilões da má postura. Os vilões da má postura sem dúvidas são aparelho eletrônicos e o seu uso excessivo. Horas conectados ao smartphone, tablets, videogames e laptop com posturas relaxadas associadas à flexão de tronco, pescoço, cotovelos e ainda sim sentados erroneamente ocasionando uma inversão das curvaturas da coluna. Mas não precisa mais sofre desse mal.

Desenvolvida na França no início da década de 1980, a Reeducação Postural Global (RPG) é uma técnica de Fisioterapia para o tratamento das dores que têm origem em desvios posturais e é uma ótima alternativa para quem quer mais qualidade de vida. O tratamento ameniza desde dores cervicais e lombares, problemas posturais e respiratórios.

O método RPG busca tratar as causas e as consequências do problema, através de um trabalho de alongamento das cadeias musculares encurtadas por meio de posturas estáticas, ativas e simultâneas, contra uma pequena resistência, permitindo o reequilíbrio das cadeias musculares recuperando o comprimento, flexibilidade, força ativa e abolindo todas as compensações adquiridas.

O tratamento é indicado a quem possui desvios posturais (escolioses, cifoses, hiperlordoses, retrações, protrusão de cabeça e mandíbula) lombalgias, dorsalgias, cervicalgias, hérnias de disco, assim como mialgias por estresse, má postura e gestação.

As dores frequentes de coluna são um sinal de alerta que algo não está bem com o seu corpo, principalmente se estas dores forem associadas à sensação de queimação, formigamento, dormência, diminuição da sensibilidade ou falta de força para segurar objetos. O melhor a fazer é buscar o reequilíbrio postural para que se possa evitar possíveis lesões musculoesqueléticas.